quinta-feira, 27 de maio de 2010

Singularidades de uma rapariga (quase) loira... take 4

Aqui a estagiária recebeu um selinho do simpático MRPereira ..





E seguindo as regras, tenho que, depois de mostrar o respectivo selo, contar aqui uma verdade cabeluda daquelas nunca partilhadas a ninguém...

E quando selecionei esta verdade cabeluda entre tantas outras verdades cabeludas que faço questão de esconder de toda a gente.. (porque será....??) reparei... Esta verdade é uma singularidade! Ou então não!

Ora, e passando já à vergonha do dia..

A mamy da estagiária, ainda tira as espinhas de alguns peixes à menina..

Pronto.. está dito..



Não é que a estagiária não saiba ou não consiga, ou não queira.. é apenas daqueles miminhos que a mamy faz e a estagiária agradece.. ;)

Dor de cotovelo hum?? ah pois é.. isto é só para quem merece..

1 comentário:

MRPereira disse...

Procura-se agradar! :)

Quanto ao segredo, somos diametralmente opostos! Aos 5 anos já tinha brigas de berraria com a minha mãe porque DETESTO, ABOMINO, TENHO ASCO a tirarem-me as espinhas do peixe! Eu é que o arranjo! Cada um sua mania...

Por acaso já não era a primeira nem a segunda vez que o fazia... E sempre a pessoas com idade aproximada à minha... (já a bater nos trinta portanto!)

Kiss